quinta-feira, 26 de Setembro de 2013

A Google Premeia o Estoril.a1000 com o destaque do Viva Cascais


É com enorme regozijo que ao ultrapassar  os 30.000 views no Blogue Estoril a 1000  constatamos o reconhecimento  da Google do nosso protagonismo e que é revelador nada mais nada menos do interesse que a informação constante no blogue tem suscitado na comunidade cascalense .

De facto penso que o melhor prémio para além da vossa constante visita é verificarmos que ao fazermos “search” no Google de imagens do movimento dos actuais psicopatas criminosos que habitam a direcção da nossa pobre e extorquida Cãmara Municipal aparecem nada mais nada menos 5 imagens em primeiro lugar e que ilustram posts do nosso blogue… senão experimentem :

Google + Viva Cascais + images e verifiquem

Extraordinário não é ?  e isto a custo zero a comparar com os milhões que são pagos a empresas  líderes de comunicação tipo LPM e  NEXTPOWER , assessores de Carlos Carreiras e do PSD em Cascais.

Quem Carlos Carreiras pensa que é ?


Caríssimos cascalenses e seguidores do blogue Estoril a1000 este post é histórico e marca o final de um ciclo. 

O blogue nasceu com o objectivo de desmascarar uma estratégia de destruição da marca Estoril e acabar com 100 anos de história em torno da promoção da nossa região através da consagrada e  reconhecida internacionalmente  marca " Costa do Estoril ".

Por vários motivos e circunstâncias temos vindo assistir a sucessivos governos de Portugal e ultimamente a também a nível local, ao delapidar constante do nosso principal património em termos de promoção que é a marca Estoril.

Questões de interesse politico, económico ou de simples conquista de poder temos assistido de forma passiva ao assalto e à destruição daquilo que durante o ultimo século  elevou a nossa região ao estatuto de destino de excelência, a marca Estoril.

O Estoril a 1000 teve e tem como objectivo principal desmascarar tramoias e manobras de bastidores que visam precisamente a destruição de uma realidade da qual nos devemos orgulhar e preservar pois  está intrinsecamente ligada à génese da região. Negar as nosas origens e  história é como dar um tiro na cabeça… talvez seja isso que os novos irresponsàveis da politica nacional e local pretendem ( são os mesmos )  liquidar o Estoril e tudo aquilo que em termos históricos e culturais a marca acarreta consigo investindo numa outra realidade que afirma intenções de conquista de poder e de controle económico e não de desenvolvimento.

O Estoril a 1000 fecha agora um ciclo pré eleições autárquicas com sucessivos alertas  sobre quem são os protagonistas e principais responsáveis do genicídio do nosso principal património de marca e imagem.

Com a recente criação da nova ERT de Lisboa e a integração de Miguel Pinto Luz na sua Vice Presidência fica claro que todas as decisões sobre o nosso futuro vão passar a ser ditadas exclusivamente por Lisboa e Cascais/Estoril passará a ser um destino marginal descaracterizado e inidentificàvel com o seu passado glorioso e glamoroso.

Se é esta a realidade que pretendem manter e desenvolver para o futuro da nossa região  então podem votar nas bestas que o conceberam.

Pela nossa parte continuaremos a denunciar no habitual tom satirico-cómico,  pois de tristezas e fados estamos já rodeados, todos os esquemas, estratagemas, mentiras, ilegalidades , corrupções e compadrios, boys e desvarios, de que Cascais e o Estoril continuarem a ser alvo, sobretudo por parte dos principais responsáveis pela sua governação…sejam eles quem forem, sejam eles quem os cascalenses decidam no próximo dia 29 vir a  nomear para os representar.

CASCAIS MERECE MAIS com o Estoril Sempre a 1000 !!!!

segunda-feira, 23 de Setembro de 2013

Viva Cascais com as Aventuras do Capitão Hamock


Na ânsia de afirmar Cascais como nova marca associada ao seu reinado, Carlos Carreiras uma vez mais abriu os cordões à bolsa autárquica e embarcou literalmente  no financiamento da construção de um “barquinho”, um catamaran high tech, desenhado pelo Tony Castro, em que Carlos Carreiras entrou com 400.000 eur ??? de dinheiros públicos e cedeu instalações camarárias na Adroana para que o pudessem construir.

A ideia era de construir em tempo recorde ( 4 mses ) o dito “barquinho” para ser apresentado na altura da festa da Quebramar, com pompa e circunstância, mais uma vez afirmando Cascais pela mão do seu “regedor” como uma potência mundial na vela através deste  projecto altamente visionário e sofisticado e de enorme projecção internacional, diziam, mas  sobretudo considerando as eleições autárquicas.

Ora parece ser que o tiro saíu pela culata, neste caso mais pela popa, pois ao colocarem o dito na água pela primeira vez o mesmo recusou manter-se à superficie tendo mesmo afundado.

Lá se foram os 400.000 eur do nosso dinheirinho para o fundo da baía e foi uma complicação recuperar o mesmo que acabou por ser retirado em fanicos de carbono,  que depois regressaram à Adroana para serem “soldados”.

Ora já diz o velho ditado que “quem nasce torto tarde ou nunca… “ e parece ser que a equipa de velejadores do Clube Naval de Cascais, para que o fiasco não fosse total, se deslocou a Falmouth, onde decorre uma competição destinada a protótipos, e infelizmente e como já era de prever, desde o primeiro dia que os marujos cascalenses se vêem a braços com o casco a desfazer-se e a terem necessidade de equacionar a sua reparação in loco ????

Podem acompanhar em directo a desgraça  aqui https://www.facebook.com/pages/Portuguesecclasschallenge/358791580894077

Que o homem é careca a gente já sabia mas que tenha tantas carecas é de facto inédito e ultrajante… todos os dias se descobre mais uma !!!!

quinta-feira, 19 de Setembro de 2013

Verão Escaldante com Carlos Carreiras a gastar mais de 6 Milhões em Festas e Eventos para promover o Viva Cascais


Como não podia deixar de ser assistimos este ano ao incremento exponencial da quantidade de festas e festejos que ao longo do meses de verão Carlos Carreiras foi "brindando" os cascalenses promovendo o seu protagonismo e visibilidade à conta de dinheiros públicos.

Sem qualquer pudor nem contenção, não dando ouvidos aos apelos do governo e ao período de grandes dificuldades que o país atravessa Carlos Carreiras gastou mais de 6 milhões de euros do erário público, em despesas directas e indirectas, em eventos onde sempre apareceu como promotor tirando obviamente dividendos directos para a sua campanha autárquica.

A atestar a sua pre-potência e descaramento decidiu reflectir no mega painel de 30 metros no Estoril, situado precisamente ao lado do seu de campanha, alguns dos eventos dos quais é protagonista e beneficiário.

Para Carlos Carreiras estas eleições são uma espécie de "vale tudo". Mas esperemos os resultados ?




terça-feira, 3 de Setembro de 2013

Desmascarados os líderes do Movimento Viva Cascais, Carlos Carreiras e Miguel Pinto Luz


O Relatório Nacional das Contas dos Municipios revela uma dívida real da Câmara Municipal  de Cascais de 88 Milhões de Euros em contraste com  aquela que os actuais responsàveis pela gestão da mesma admitiam no final do ano passado e que referiram ser de 69 Milhões, número já de si “pornográfico” dado que de 2008 para 2012 o endividamento da autarquia passou dos 2,6 milhões de euros para uns 88 MIlhões como vem agora a ser revelado… ou seja uma mentira de cerca de 20 Milhões de Euros.

Para 2013, ano de autárquicas espera-se o pior e já se fala numa dívida a passar largamente os 100 milhões de euros que irá colocar certamente Cascais num dos lugares do podium das autarquias mais endividadas do país.

O futuro de Cascais e de todos os Cascalenses hipotecado pelas “Ca'boyadas”  de Carlos Carreiras e Miguel Pinto Luz e do seu bando de Boys.

Se fosse no Velho Oeste estes bandidos e os do seu bando dificilmente escapariam da forca .

Cascais transformado no Wild Wild West…


segunda-feira, 19 de Agosto de 2013

Carlos Carreiras defende Viva Cascais e Estoril no Lixão.


Carlos Carreiras , inspirado certamente pela novela “ Avenida Brasil “ decidiu definitivamente transformar o Estoril numa espécie de Lixão… se não vejamos:

- O novo projecto que pretende aprovar para o Hotel Sana mais parece um hotel colmeia para turismo “low class”  tipo Benidorm anos 80…

-       Prova viva é a recente obra realizada no Hotel Inglaterra , autorizada pelo próprio Carlos Carreiras em tempo  recorde, segundo a própria administração do Hotel, onde está bem patente o desrespeito pelo contraste entre aquilo que é património arquitectónico de uma região belíssima que é o Estoril e a construção barata, desconexa e indiferente aos valores culturais que nos identificam e diferenciam.

-       Mais atentados à traça arquitectónica que reflete a história da região têm vindo a ser-nos sistemáticamente impingidos pela autarquia numa tentativa de impôr os interesses dos construtores aos valores do património  histórico que nos caracterizam. Casos flagrantes  são os dos projectos desenvolvidos para o Hotel Miramar no Monte Estoril ,  o do Edificio do Cruzeiro e vamos ver como resulta a obra em curso no local do antigo Hotel Atlãntico que, ao que se sabe, encontra-se já totalmente vendido a investidores angolanos.

O Estoril em vias de total descaracterização, condenado ao esquecimento como principal marca de prestígio internacional na promoção da nossa região e do nosso concelho e em vias de se transformar pelas mãos de Carlos Carreiras e Miguel Pinto Luz num verdadeiro LIXÃO e num destino de férias “low cost” tipo “Bebidorme”.